LIBYA HURRA, de Mauricio Lima

De 6 de junho a 14 de julho de 2012

A tomada da cidade de Sirte, na Líbia, é tema da exposição individual do fotógrafo Mauricio Lima, que inaugurou a DOC Galeria, na Vila Madalena, em São Paulo. A coleção “Libya Hurra” é uma série feita no final de 2011, durante as semanas em que esteve em Sirte, na Líbia. Sirte, cidade natal de Muamar Kadafi, foi uma das últimas cidades a ser tomada pelos rebeldes – ofensiva que levou à queda e morte do ditador. Inspirado pela obra dos lendários fotógrafos Henri Cartier-Bresson, Robert Capa e James Nachtwey, começou sua carreira em 1999 como fotógrafo estagiário do jornal Lance!. Um ano mais tarde, Mauricio foi convidado pela Agence France-Presse, para quem fotografou por quase 11 anos. Desde 2001, Mauricio tem se preocupado em documentar questões sociais e conflitos que possam se transformar em crises humanitárias, além da vida cotidiana que segue em paralelo a essas situações hostis, com sólidos trabalhos realizados em países como Afeganistão, Brasil, Iraque, Israel, Líbia, Portugal e Territórios Palestinos. Atualmente, Mauricio Lima desenvolve projetos pessoais em paralelo a frequentes trabalhos realizados para o The New York Times. 

Período: de 6 de junho a 14 de julho. Visitação: de seg a sexta das 10h às 13h e das 14h às 19h. Endereço: Rua Aspicuelta, 662 – Vila Madalena, SP. contato@docgaleria.com.br | 55 [11] 3938-0130

 

LINKS:

Coleção LIBYA HURRA

The taking of the city of Sirte in Libya, is the subject of the solo exhibition of photographer Mauricio Lima, and which inaugurated DOC Galeria in Vila Madalena neighborhood in Sao Paulo. The collection “Libya Hurra” is a series shot  in late 2011, during the weeks Mauricio Lima was in Sirte, the hometown of Muammar Gaddafi, and one of the last cities to be taken by the rebels – the offensive that led to the downfall and death of the dictator. Inspired by the work of legendary photographers Henri Cartier-Bresson, Robert Capa and James Nachtwey, he began his career in 1999 as a trainee photographer of Lance! newspaper. A year later he was invited by Agence France-Presse, the agency he worked for almost 11 years. Since 2001, Mauricio has been documenting social issues and conflicts that may turn into humanitarian crises, and the daily life that runs parallel to these hostile situations.  He´s photographed in countries such as Afghanistan, Brazil, Iraq, Israel, Libya, Portugal and the Palestinian Territories. Currently, Mauricio Lima develops his personal projects in parallel to the frequent work done for The New York Times.
From 6th June – 14th July. Mon – Fri from 10h – 13h and 14h – 19h. Address: Rua Aspicuelta, 662 – Vila Madalena, SP. contato@docgaleria.com.br | 55 [11] 3938-0130

 

Notícias News