Mauricio Lima abre a exposição Libya Hurra na DOC Galeria

A tomada da cidade de Sirte, na Líbia, é tema da exposição que o fotojornalista realiza na abertura da DOC Galeria, na Vila Madalena.

No próximo dia 05 de junho, o fotojornalista Mauricio Lima abre a primeira exposição individual, Libya Hurra, na DOC Galeria, com uma série de vinte imagens feitas no final de 2011, durante as semanas em que esteve em Sirte, Líbia. Sirte, cidade natal de Muamar Kadafi foi uma das últimas cidades a ser tomada pelos rebeldes – ofensiva que levou à queda e morte do ditador. Libya Hurra, segundo o jornalista Alexandre Belém,  ‘traz o que há de mais autêntico e subjetivo na linguagem fotográfica`: uma entrada de experiência e uma saída de emoção. Esta nem sempre branda, mas fundamental para entendermos as tensões do mundo’. Um dos principais nomes da fotografia quando o assunto é cobertura de conflitos e guerras, o paulistano Mauricio Lima, 37 anos, recebeu o prêmio da conceituada revista Time, de Melhor Fotógrafo de Agências de Notícia em 2010, pelo seu ensaio Afeganistão Apocalíptico. Premiado internacionalmente pela UNICEF, duas vezes no Pictures of the Year International, POYi Latin America, ScoopD’Anger e Bayeux-Calvados des Correspondats de Guerre, Mauricio também recebeu o mais importante prêmio de fotografia da América Latina, Nuevo Periodismo Gabriel Garcia Marquez. Além de ter sido o primeiro brasileiro selecionado na história para o Joop Swart Masterclass do World Press Photo.   Serviço: Libya Hurra Fotos Mauricio Lima De 06/06 a 14/07 das 11h às 19h DOC Galeria – Rua Aspicuelta, 662 (11 3938.0130 / 99614.2813) * Todas as imagens expostas terão edição limitada de cópias fine art.