A Decade of War in Iraq: The Images that Moved Them Most é o título da reportagem fotográfica da seção LigthBox, newsletter semanal da Time magazine. Esta semana a Time lembra os 10 anos do início da Guerra no Iraque, ou do início da invasão americana que se deu por Bagdá, e reproduz uma seleção das fotografias mais comoventes e icônicas na opinião dos editores da mais importante publicação semanal do planeta. Acompanhando cada uma das imagens, um texto na primeira pessoa de cada um desses fotógrafos que esteve lá cobrindo o conflito. Entre eles um brasileiro, Mauricio Lima do The New York Times, o mais importante fotojornalista do país em atividade, que na época trabalhava para a Agence France Presse. Foi eleito em 2010, pela própria Time Magazine, Wire Photograher of The Year ou o Fotógrafo do Ano das Agências de Notícia. Confira a reportagem completa no link LigthBox. “Quando eu penso no Iraque, penso em Ayad Ali Brissam Karim. Dirigindo pelas ruas de Bagdá, encontrei Ayad com seu pai, o Sr. Ali, ex-soldado da Guarda Republicana durante a Guerra do Golfo de 91, segurando uma receita de oftalmologista enquanto pedia esmola na entrada da Zona Verde. O Sr. Ali estava ali tentando uma forma de levar seu filho para o exterior para um tratamento de córnea. O garoto havia sido ferido na fazenda onde mora com a família durante um ataque aéreo em abril de 2003. Aquilo partiu o meu coração e decidi imediatamente contar a história sobre a vida diária do garoto. Este retrato da matrícula escolar que Ayad segura é a única foto que a família possui antes de ser ferido. Ele parou de estudar porque seus amigos zombavam de suas queimaduras faciais. Passados dois anos, depois da reportagem publicada no Washington Post, soube que uma família americana tinha se sensibilizado ao ler a história de Ayad e decidiu trazê-lo para os EUA para o tratamento de córnea.” Conheça a edição de fotos da exposição Lybia Hurra que inaugurou a DOC Galeria, em junho de 2012.