Abertura da 4ª Mostra SP Samsung de Fotografia

Dia 25 de janeiro é dia de festa na Vila Madalena. A 4ª edição da Mostra SP Samsung de Fotografia comemora o 459o. aniversário da nossa cidade com a abertura simultânea de 40 exposições fotográficas que ocuparão bares, restaurantes, galerias, lojas, espaços culturais e paredes de 11 ruas do bairro. Visite os espaços, conheça os trabalhos, caminhe pela Vila Madalena. O evento vai até 23 de fevereiro e você é nosso convidado.

DIA 25 JANEIRO | SEXTA-FEIRA

11h – São Paulo de Todas as Sombras –  Lucia Guanaes e Marc Dumas com textos de Diógenes Moura Abertura da exposição e lançamento do livro. Galeria Fass, R. Rodésia, 26

12h – Punks,  Rui Mendes –  Abertura da exposição. Espaço Revista CULT, R. Inácio Pereira da Rocha, 400

15h – Espaço NX1000, Tuca Vieira, Jonas Tucci e Arquivo Público do Estado de São Paulo –  Abertura do espaço e lançamento da câmera NX1000 da Samsung. Espaço NX1000, R. Aspicuelta, 207

16h – A cidade que me fascina, Andrea Matarazzo –  Abertura da exposição com lançamento de livro. Espaço Harmonia 233, R. Harmonia, 233

17h – São Paulo, minha estranha cidade linda, Claudio Edinger –  Abertura da exposição. Madalena Centro de Estudo da Imagem, R. Faisão, 75

18h – Mulheres Centrais, Coletivo GARAPA com textos de Sabrina – Duran Lançamento do livro. Posto 6, R. Aspicuelta, 644

19h – A São Paulo de Hildegard Rosenthal (IMS) –  Abertura da exposição, com curadoria de Sergio Burghi, a partir do acervo de imagens do Instituto Moreira Salles. DOC Galeria, R. Aspicuelta, 662

19h30 – Garagem Ocupada –  Abertura da exposição coletiva (residentes, convidados e Espaço OPhicina) R. Fradique Coutinho, 1945

20h – Noite de Projeção da Mostra SP –  Projeção de fotos. Posto 6, R. Aspicuelta, 644

DIA 26 JANEIRO | SÁBADO

16h – Coletiva Mural SP –  Abertura da exposição coletiva. Espaço Ophicina, R. Teodoro Sampaio, 1109

DIA 28 JANEIRO | SEGUNDA-FEIRA

19h – Abertura do Ciclo de Conversas – São Paulo em pauta –  Espaço Revista CULT, R. Inácio Pereira da Rocha, 400

CICLO DE CONVERSAS, SÃO PAULO EM PAUTA –  Espaço Revista CULT, R. Inácio Pereira da Rocha, 400

Nesta edição, a Mostra inaugura uma semana de debates, numa coprodução com Thyago Nogueira, editor da revista de fotografia ZUM, do Instituto Moreira Salles, sobre  São Paulo. Em 4 encontros, artistas, pensadores e autoridades discutem suas visões da cidade a partir de enfoques como a fotografia, a gastronomia e os rios.

28/01, 20h30 – Punk  Conversa entre o fotógrafo Rui Mendes, Clemente, líder da banda Os Inocentes, o jornalista Alex Antunes, sobre o surgimento do movimento punk na cidade de São Paulo, mediados pelo escritor e músico Cadão Volpato.

29/01, 19h30 – Arte em crise: uma visão fotográfica da cidade Agnaldo Faria e Mauro Restiffe, com mediação de Thyago Nogueira, editor da revista ZUM, do Instituto Moreira Salles.

30/01, 19h30 – O que não mata engorda: expedição gastronômica na cidade Uma saborosa conversa com a nutricionista Neide Rigo, autora do blog Come-se e pesquisadora de ingredientes brasileiros; Carlos Alberto Dória, doutor em sociologia pela UNICAMP e professor universitário de sociologia da alimentação; e com a jornalista Janaína Fidalgo.

31/01, 19h30 – Onde eu nasci passa um rio: os caminhos urbanos da água  José Bueno e Luiz de Campos, do projeto Rios e Ruas, e a urbanista Raquel Rolnik.

Ações:

VC Mostra SP  é uma ação cultural promovida pela Cia de Foto e Loja de Histórias, com o apoio da Lorota, e integra a 4ª Mostra SP de Fotografia. Para comemorar o aniversário de São Paulo os participantes compartilham o seu olhar montando um grande álbum de fotografias da cidade que pode ser visto em construção na página da ação: facebook.com/vcmostrasp. Envie a sua fotografia para o e-mail vcmostrasp@gmail.com com uma palavra chave e faça parte desta história.

Cidade Invertida  Coordenado pelo fotógrafo Ricardo Hantzschel, Cidade Invertida é um projeto que utiliza um veículo adaptado como câmera fotográfica gigante e laboratório químico, dando à ação um caráter itinerante. Com foco na democratização cultural e investigação da linguagem visual, serão realizadas oficinas com câmeras artesanais (pinhole), vivência em câmera obscura e revelação tradicional preto e branco. É como se a pessoa estivesse dentro de uma câmera fotográfica durante o processo de captação e processamento da foto. Uma experiência realmente deslumbrante. No dia 25 de janeiro o trailer da Cidade Invertida ficará estacionado durante o dia em frente da DOC Galeria. Serão 5 oficinas com 12 vagas cada, nos seguintes horários: 10h30, 11h30, 12h30, 15h30 e 16h30. O custo é de R$ 10,00.

Para se inscrever, envie um email para: contato@docgaleria.com.br