Pela Luz dos Olhos Teus

Alexandre Severo
2014


A curadora Simonetta Persichetti convidou 20 amigos da fotografia de Severo para selecionar uma imagem e com algumas palavras descrever a escolha. Segundo Simonetta, seu olhar inquieto, precioso e sua generosidade com os quais fotografava seus personagens refletiam nas suas fotografias. A alegria dos meninos albinos no belo ensaio “À Flor da Pele”, o surpreendente trabalho  “Sertanejos” em comemoração ao centenário de  Canudos, onde o homem duro se humaniza se mistura com o meio-ambiente e dele ressurge e se torna visível. O ensaio “Sertão de Dentro”, só para citar alguns. Assim a DOC Galeria apresenta uma edição múltipla, além de textos da Geórgia Quintas, pesquisadora e crítica de fotografia, e da amiga pernambucana Priscilla Buhr. “Diante da ausência, da energia vibrante interrompida, do devir das imagens de um fotógrafo que sonhava comelas muito antes de tê-las”, nas palavras de Georgia Quintas que por duas vezes foi sua professora e recomendava ao aluno: “Alexandre, siga estudando, aproveite sua inquietude e vá em frente.” A amiga Priscila Buhr destaca o gesto de quem se virava em mil pra ver o outro bem. “No silêncio seguido de um “vai dar certo” que nos enchiam de coragem. Você dizia que amigo é um troço que a gente carrega no coração pra todo canto, seja pra onde for, e nunca ficava pesado.”

 

Curator Simonetta Persichetti invited 20 of Severo´s photography friends to select an image and to describe the choice in some words.  According to Simonetta, his restless and precious gaze, and his generosity with which he photographed his characters reflected in his photos. The joy of albino children in the beautiful essay “À Flor da Pele”, the amazing work “Sertanejos” to celebrate the centenary of Canudos war, where the hard man becomes human blendind with the environment and then it resurfaces and becomes visible. Also the essay “Sertão de Dentro”, to mention only some of them.  So DOC Galeria presents a multiple editing, as well as texts of researcher and critic of photography Georgia Quintas, and Pernambuco friend Priscilla Buhr. “Given the absence of the interrupted vibrant energy, the images of a photographer who dreamed them long before he had them” in the words of Georgia quintas who was twice his teacher and used to tell him: “Alexandre, carry on studying, make the most of your restlessness and go ahead”. His friend Priscilla Buhr highlights the gesture of one who used to turn himself in a thousand to see the other well. “In the silence followed by a “it will work” that filled us with courage. You used to say that friend is a section that we carry in our heart to every corner, everywhere, and was never heavy. “





Fotógrafos Photographers