Rodoviária

Gustavo Minas
2017

Um milhão de pessoas passam diariamente pela Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília. O terminal é um ponto de encontro e de ligação entre o Plano e as cidades-satélites, que servem de cidades-dormitório para centenas de milhares de trabalhadores que precisam se deslocar por dezenas de quilômetros para chegar ao trabalho no centro do Distrito Federal. Essa multidão constante é exceção em uma cidade repleta de espaços vazios e de ruas alienantes, pouco propensas ao caminhar e à interação entre seus habitantes. Além de lugar da passagem, as marquises da Rodoviária também servem de primeiro abrigo para quem chega de longe em busca de oportunidades na capital. Essa série é um retrato desses passageiros, muitas vezes imersos em momentos de solidão e expectativa em meio ao caos.

One million people pass through the Plano Piloto Bus Station in Brasilia daily. The terminal is a meeting point which connects the Brazilian capital and the satellite cities, which serve as dormitory towns for hundreds of thousands of workers who need to travel for tens of kilometers to get to work in the center of the Federal District. This constant crowd is the exception in a city full of empty spaces and alienating streets, little prone to walking and to interaction among its inhabitants. Besides being a place of passage, the marquees of the Bus Station also serve as first shelter for those who come from afar in search of opportunities in the capital. This series is a portrait of all these passengers, my fellow citizens, often immersed in moments of solitude and anticipation amid the chaos.




Fotógrafos Photographers